Médicos no mundo inteiro alertam para tipo de câncer que cresce de forma ‘assustadora’ em pessoas de até 50 anos

EMAIL

ARQUIVO

Médicos em todo o mundo estão alarmados com o aumento de casos de câncer colorretal em pessoas com menos de 50 anos. Esse cenário tem sido descrito como “assustador”, “preocupante”, “problema global” e “alerta mundial” por profissionais de saúde entrevistados pela BBC News Brasil.

O câncer colorretal afeta o intestino grosso (cólon) e o reto, e é uma das doenças mais impactantes para a saúde e qualidade de vida. Nas últimas décadas, especialistas observaram uma tendência preocupante: embora os casos entre os mais velhos tenham permanecido relativamente estáveis, representando a maioria dos pacientes, as taxas entre os mais jovens aumentaram expressivamente.

O oncologista clínico Paulo Hoff, presidente da Oncologia D’Or, relata que, em comparação com as taxas de 30 anos atrás, alguns estudos indicam um aumento alarmante de até 70% na incidência de câncer colorretal em pacientes jovens. Essa diferença nas estatísticas já provocou mudanças na saúde pública, como nos Estados Unidos, onde a idade mínima para exames preventivos que detectam o tumor colorretal precocemente foi reduzida de 50 para 45 anos.

No Brasil, dados preliminares também apontam para um crescimento da doença em idades mais jovens. A epidemiologista Marianna Cancela, pesquisadora do Instituto Nacional de Câncer (Inca), confirmou um aumento nos casos desse tumor em todas as faixas etárias, especialmente entre homens de 20 a 49 anos. Além disso, pesquisas recentes indicam que o câncer colorretal pode se tornar uma das principais causas de anos de vida produtiva perdidos no país.

Diante dessa escalada, especialistas brasileiros estão analisando as estatísticas disponíveis para avaliar se são necessárias medidas adicionais para proteger essa população mais jovem contra o câncer colorretal. O oncologista Samuel Aguiar Jr., líder do Centro de Referência de Tumores Colorretais do A.C. Camargo Cancer Center, em São Paulo, descreve a situação como preocupante e assustadora, destacando não apenas a frequência dos casos, mas também o impacto que o câncer colorretal tem em pessoas jovens.

O que está por trás da disparada do câncer colorretal?

O aumento alarmante de casos de câncer colorretal em pessoas com menos de 50 anos tem preocupado médicos em todo o mundo. Embora as causas exatas não estejam confirmadas, algumas teorias apontam para mudanças no estilo de vida como um dos fatores.

A transição de uma sociedade agrária e rural para uma urbana, dietas ricas em produtos ultraprocessados e sedentarismo podem estar contribuindo para esse cenário. Além disso, o sobrepeso, a obesidade e o uso indiscriminado de antibióticos também são considerados influências.

Nos Estados Unidos, a idade mínima para exames preventivos foi reduzida de 50 para 45 anos, e no Brasil, o Instituto Nacional de Câncer está debatendo a implementação de um programa específico para o câncer colorretal.

Por Conexão Política

Twitter
Facebook
Pinterest
WhatsApp

Sobre Portal Seridó 360

A revista eletrônica Seridó 360 foi criado no inicio do ano de 2018, pelo estudante de Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo, das Faculdades Integradas de Patos/PB, Iasllan Araújo, com o intuito de levar às notícias do Seridó Potiguar a uma única revista – esta.

E-MAIL

ARQUIVO

contato.serido360@gmail.com

WHATSAPP

ARQUIVO

ARQUIVO

ARQUIVO

Arquivos

ANÚNCIO

ARQUIVO

TAGS

ARQUIVO

Scroll to Top