Acusado de agressão, filho de Lula não poderá fazer postagens sobre ex

EMAIL

ARQUIVO

A Justiça de São Paulo ampliou as medidas protetivas que impedem Luís Cláudio Lula Silva, filho do presidente Lula (PT), de se aproximar de sua ex-companheira Natália Schincariol. Agora, Luís Cláudio, acusado de violência doméstica, não poderá interagir em publicações sobre ela nas redes sociais.

De acordo com o G1, que teve acesso ao processo sigiloso, a juíza estabeleceu que Luís Cláudio fica proibido de “publicar, postar, veicular, encaminhar, divulgar, comentar, por qualquer meio, conteúdo que se refira, direta ou indiretamente, à requerente”.

As novas restrições foram impostas após Natália acionar a Justiça apontando que Luís Cláudio teria descumprindo uma medida protetiva contra ela ao compartilhar um vídeo com conteúdo supostamente ofensivo e que isso configuraria “violência psicológica”.

O Ministério Público de São Paulo (MPSP) se posicionou dizendo que não houve descumprimento da medida protetiva, mas se posicionou de forma favorável à ampliação do rol de restrições.

“Não há a proibição de compartilhar fotos e vídeos da vítima de modo que, tecnicamente, não se configura o crime de descumprimento. Sem prejuízo, com a finalidade de resguardar a intimidade dos envolvidos, inclusive de modo a prevenir danos, o Ministério Público pugna pela extensão das medidas protetivas deferidas”, afirmou o MPSP.

No vídeo compartilhado por Luís Cláudio, a apresentadora de um programa online de notícias diz que Natália não inspira confiança por conta de seu “layout”, que ela “faz a linha BBB, com bocão, harmonização facial, ‘bustão’, pose sexy no Instagram, querendo ser uma intelectual, fazendo textos de autoajuda”.

“Me dá a má impressão de que ela se aproveitou disso, nesse momento, por ele ser filho do presidente da República, para prevalecer e que, na verdade, tudo isso tem a ver com desejo financeiro”, afirma a jornalista no trecho.

Ao compartilhar o vídeo, Luís Cláudio comentou “sábias palavras”.

O Metrópoles procurou a defesa dele para comentar a ampliação das medidas protetivas e ainda não obteve retorno. O espaço segue aberto para manifestações.

Violência doméstica

Filho caçula do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), Luís Cláudio Lula da Silva, de 39 anos, é acusado de agressões frequentes pela médica Natália Schincariol, com quem se relacionou por cerca de dois anos, até os supostos episódios de violência doméstica terem se intensificado.

Natália registrou boletim de ocorrência eletrônico contra Luís Cláudio em 2 de abril, na Delegacia da Mulher, em São Paulo. Na sequência, ela prestou depoimento por videoconferência, na qual foi confirmada a identidade da médica.

No B.O., obtido com exclusividade pelo Metrópoles, a vítima de 29 anos afirma que “as agressões são de natureza física, verbal, psicológica e moral”. Ela relata que o filho de Lula deu “uma cotovelada na barriga” dela “em uma das brigas no final de janeiro deste ano”, quando ele teria se recusado a entregar o celular da companheira.

Sobre as acusações, em nota, a advogada Carmen Tannuri, que defende Luís Cláudio, chamou-as de fantasiosas: “tomamos conhecimento das fantasiosas declarações que teriam sido proferidas pela médica, atribuindo ao nosso cliente inverídicas e fantasiosas agressões, cujas mentiras são enquadráveis nos tipos dos delitos de calúnia, injúria e difamação, além de responder por reparação por danos morais, motivos pelos quais serão tomadas as medidas legais pertinentes”, diz o texto.

Twitter
Facebook
Pinterest
WhatsApp

Sobre Portal Seridó 360

A revista eletrônica Seridó 360 foi criado no inicio do ano de 2018, pelo estudante de Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo, das Faculdades Integradas de Patos/PB, Iasllan Araújo, com o intuito de levar às notícias do Seridó Potiguar a uma única revista – esta.

E-MAIL

ARQUIVO

contato.serido360@gmail.com

WHATSAPP

ARQUIVO

ARQUIVO

ARQUIVO

Arquivos

ANÚNCIO

ARQUIVO

TAGS

ARQUIVO

Scroll to Top