Startup potiguar realiza primeira simulação lunar do hemisfério

EMAIL

ARQUIVO

Em comemoração aos 65 anos da missão Apollo da NASA, que levou o homem à Lua em 20 de julho de 1969, a startup Inovatix Habitat Marte, com financiamento do programa Centelha II, irá realizar a primeira simulação espacial lunar do hemisfério sul. A iniciativa, que visa estimular o desenvolvimento da pesquisa e exploração espacial, conta com apoio do Sebrae no Rio Grande do Norte (Sebrae-RN) e da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene).

A estação de simulação espacial intitulada Habitat Lunar está localizada no Aerospace Complex, na zona rural de Caiçara do Rio do Vento, a cerca de 100 km de Natal. O centro de treinamento faz parte do projeto “Inovação e Sustentabilidade Espacial e Formação de Astronautas”, uma iniciativa desenvolvida pela startup Inovatix Habitat Marte.

Na missão, programada para acontecer entre os dias 29 de maio a 1º de junho, os participantes terão contato com alguns dos protocolos de simulação e pesquisas. Segundo Júlio Rezende, professor do Departamento de Engenharia de Produção da UFRN e coordenador da iniciativa, já foram desenvolvidos mais de 200 protocolos e pesquisas que relacionam sustentabilidade e espaço, os quais estão sendo aplicados na estação espacial Habitat Lunar.

As missões são programadas para continuar nos meses de junho em diante, até o final do ano, com expectativas de que continuem também em 2025. O professor Júlio Rezende também ressalta o alcance internacional das atividades desenvolvidas pela startup. “Já tivemos a honra de receber participantes de mais de dez países em nossas instalações”, enfatiza Júlio.

Pesquisadores, profissionais e estudantes são convidados a aprofundar seus conhecimentos sobre exploração espacial, alinhando-se ao objetivo do Habitat de promover pesquisa e educação de qualidade em espaço, sustentabilidade, ciência, tecnologia, engenharia e matemática. “Além disso, recebemos escolas e universidades para visitas técnicas. As pessoas podem entrar em contato não apenas para participar da missão de simulação, mas também para agendar uma visita técnica”, explica ele.

Além das missões de simulação, o complexo oferece outras atrações voltadas para a sustentabilidade. “Contamos com diversas construções sustentáveis que são fundamentais para integrar e aprofundar os temas de espaço e sustentabilidade. A visita a essas estruturas permite aos participantes uma experiência educativa completa”, afirma o professor Júlio Rezende.

O Programa Centelha, responsável pelo financiamento da iniciativa, é promovido pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap), operado pela Fundação CERTI e executado no Rio Grande do Norte pelo Sebrae.

Twitter
Facebook
Pinterest
WhatsApp

Sobre Portal Seridó 360

A revista eletrônica Seridó 360 foi criado no inicio do ano de 2018, pelo estudante de Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo, das Faculdades Integradas de Patos/PB, Iasllan Araújo, com o intuito de levar às notícias do Seridó Potiguar a uma única revista – esta.

E-MAIL

ARQUIVO

contato.serido360@gmail.com

WHATSAPP

ARQUIVO

ARQUIVO

ARQUIVO

Arquivos

ANÚNCIO

ARQUIVO

TAGS

ARQUIVO

Scroll to Top