Justiça interdita pavilhão mais perigoso de Alcaçuz após Secretaria esconder bagunça e superlotação no local

EMAIL

ARQUIVO

A Justiça determinou nesta sexta-feira (7) a interdição parcial do presídio Rogério Coutinho Madruga, considerada a área mais “tensa” e para onde vão os presos mais perigosos do Complexo Penal de Alcaçuz. A decisão se baseia na completa bagunça que estava instalada no local, e que a Secretaria Estadual de Administração Penitenciária tentou esconder do próprio Judiciário – segundo apontou a própria Justiça.

Segundo o juiz Henrique Baltazar, de Execuções Penais e autor da determinação, a decisão é consequência do fato de um dos pavilhões terem sido desativados e isso não ter sido informado ao juízo. Ou seja: foi mantido em sigilo.

Consequentemente, o presídio que tinha capacidade para 400 presos, concentrou mais de 600, misturando numa mesma área presos muito perigosos, faccionados, e outros detidos por crimes menos graves e que passaram a correr risco de morte.

A fuga recente também foi mostrada como agravante na decisão do dr. Henrique Baltazar. Com a decisão, fica determinado, principalmente, o seguinte:

  1. Determinar a interdição parcial da Penitenciária Estadual Rogério Coutinho Madruga, proibindo o recebimento de novos presos, provisórios ou condenados, no estabelecimento prisional.
  2. Esclarecer que será considerado crime de desobediência praticado pela Coordenadora da CoAPe e pelo Diretor da Penitenciária Estadual Rogério Coutinho Madruga o ingresso de novos presos na unidade prisional após a publicação desta portaria;

Por 96 FM Natal

Twitter
Facebook
Pinterest
WhatsApp

Sobre Portal Seridó 360

A revista eletrônica Seridó 360 foi criado no inicio do ano de 2018, pelo estudante de Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo, das Faculdades Integradas de Patos/PB, Iasllan Araújo, com o intuito de levar às notícias do Seridó Potiguar a uma única revista – esta.

E-MAIL

ARQUIVO

contato.serido360@gmail.com

WHATSAPP

ARQUIVO

ARQUIVO

ARQUIVO

Arquivos

ANÚNCIO

ARQUIVO

TAGS

ARQUIVO

Scroll to Top