Justiça do DF volta a rejeitar denúncia contra Lula no caso sítio de Atibaia

EMAIL

ARQUIVO

A juíza Pollyanna Kelly Maciel, da 12ª Vara Federal Criminal do Distrito Federal, voltou a negar nesta 4ª feira (29.set.2021) uma ratificação de denúncia contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e demais acusados no caso do sítio de Atibaia.

A magistrada já havia rejeitado um pedido do MPF (Ministério Público Federal) para reabrir o caso em agosto por considerar que o material probatório usado foi o mesmo apresentado pelos procuradores da extinta força-tarefa da Lava Jato de Curitiba quando o caso tramitava no Paraná.

As evidências contra Lula colhidas em Curitiba foram invalidadas pelo STF (Supremo Tribunal Federal) na decisão que julgou o ex-juiz Sergio Moro parcial nos processos contra o ex-presidente. Assim, afirmou a juíza, não poderiam ser utilizadas pelo MPF do DF. Ela manteve o posicionamento anterior na nova decisão.

“Por estar embasada nas provas tornadas nulas pelo STF, a denúncia originária não poderia ser ratificada de modo genérico e irrestrito, portanto. Repito, a denúncia não poderia ser recebida e nessa condição permanece pois não foram indicadas quais as provas válidas que dão sustento à acusação”, disse.

Na decisão de agosto, a magistrada também entendeu que o prazo para Lula responder aos supostos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro prescreveu. O MPF questionou esse ponto.

Segundo a juíza, no entanto, a decisão do STF que anulou todos os atos processuais de Moro tornou sem efeitos os marcos que interrompem a prescrição, como o recebimento da denúncia e a sentença.

“E mais, não poderia este juízo, simplesmente, ratificar o recebimento da denúncia para convalidar a interrupção da prescrição outrora realizada justamente por estar a denúncia originária ratificada amparada em parte significativa das provas que foram anuladas pelo Supremo Tribunal Federal”, afirmou.

Por Poder 360

Share on twitter
Twitter
Share on facebook
Facebook
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp

Sobre Portal Seridó 360

A revista eletrônica Seridó 360 foi criado no inicio do ano de 2018, pelo estudante de Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo, das Faculdades Integradas de Patos/PB, Iasllan Araújo, com o intuito de levar às notícias do Seridó Potiguar a uma única revista – esta.

E-MAIL

ARQUIVO

contato.serido360@gmail.com

WHATSAPP

ARQUIVO

ARQUIVO

ARQUIVO

Arquivos

ANÚNCIO

ARQUIVO

TAGS

ARQUIVO

Rolar para cima