“Japa do PCC” movimentou R$ 35 milhões e mantinha vida de luxo

EMAIL

ARQUIVO

O Ministério Público de São Paulo (MPSP) afirma que Karen de Moura Tanaka Mori, a Japa, de 37 anos, movimentou R$ 35 milhões após a morte do marido, o ex-líder do Primeiro Comando da Capital (PCC) Wagner Ferreira da Silva, o Cabelo Duro, que foi executado em 2018.

Com patrimônio milionário e rotina marcada por viagens internacionais, a Japa do PCC é suspeita de herdar “bens escondidos” do marido e liderar esquema de lavagem de dinheiro de negócios da facção em Santos, Cubatão e Guarujá, no litoral paulista, e na cidade de São Paulo. Ela alega inocência.

A investigada chegou a ser presa preventivamente durante o cumprimento de mandado de busca e apreensão em um apartamento dela, no Jardim Anália Franco, bairro de rico na zona leste da capital paulista, no dia 8 de fevereiro. Duas semanas depois, ela recebeu autorização para ficar em prisão domiciliar, com uso de tornozeleira.

No imóvel, os agentes encontraram duas malas com R$ 1.039.600, em espécie, e cerca de 50 mil dólares (R$ 250 mil). Também apreenderam documentos, o celular dela, um Iphone 14, e um Audi Q3, que estava na garagem do prédio, mas é registrado no nome de uma tia de Karen.

Por Metrópoles

Twitter
Facebook
Pinterest
WhatsApp

Sobre Portal Seridó 360

A revista eletrônica Seridó 360 foi criado no inicio do ano de 2018, pelo estudante de Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo, das Faculdades Integradas de Patos/PB, Iasllan Araújo, com o intuito de levar às notícias do Seridó Potiguar a uma única revista – esta.

E-MAIL

ARQUIVO

contato.serido360@gmail.com

WHATSAPP

ARQUIVO

ARQUIVO

ARQUIVO

Arquivos

ANÚNCIO

ARQUIVO

TAGS

ARQUIVO

Scroll to Top