Homem que teria ameaçado expor nudes de Luiza Brunet nega acusações

EMAIL

ARQUIVO

A defesa de Emerson Mateus de Jesus Lima, acusado de ameaçar expor fotos íntimas da modelo e atriz Luiza Brunet, emitiu uma nota pública nesta terça-feira (28/5), negando todas as acusações e esclarecendo diversos pontos sobre o caso.

A nota enfatiza que Emerson não é uma travesti, nunca atentou contra a vida ou a integridade de Luiza Brunet, nem incitou ódio contra ela nas redes sociais. A defesa do jovem afirma que não existem provas das alegações feitas contra Emerson.

Segundo a defesa, Emerson nunca perseguiu ou atacou Luiza Brunet, ou sua filha nas redes sociais com ofensas machistas, ou deboches. Também negam que ele tenha compartilhado fotos nuas da atriz ou ameaçado publicá-las sem tarjas. A defesa ainda sustenta que Emerson desconhece qualquer processo movido por Luiza Brunet contra ele.

O comunicado menciona um incidente envolvendo uma outra mulher, que teria realizado procedimentos cirúrgicos em julho de 2021 e divulgado fotos de seu pós-operatório nas redes sociais. Essa mulher, segundo a defesa, iniciou uma campanha virtual contra o médico responsável pela cirurgia, o que levou o médico a ajuizar uma ação indenizatória contra ela. Em sua defesa, durante a audiência, a mulher teria confessado que divulgou suas próprias fotos íntimas nas redes sociais.

“A mulher supostamente ‘exposta’ por Emerson, a qual Luiza Brunet começou a ‘proteger’, trata-se de uma mulher a qual em 07/07/2021, realizou procedimentos cirúrgicos, onde alega que ficou deformada, ocasião em que publicou em suas redes sociais, as fotos do resultado supostamente catastrófico da cirurgia plástica realizada por um médico”, enfatiza a nota.

A nota acusa esta mulher de ter mentido ao afirmar que Emerson havia divulgado suas fotos íntimas e de ter procurado Luiza Brunet para relatar uma falsa denúncia, resultando em um mandado de prisão contra Emerson. A defesa critica Luiza Brunet por, supostamente, não ter ouvido os dois lados da história antes de tomar ações legais e afirma que a atriz cometeu uma grande injustiça.

Emerson Mateus de Jesus Lima, conforme sua defesa, nunca representou um perigo para a sociedade e é descrito como um cidadão de bem. A nota também esclarece que Emerson não está respondendo pelos crimes de perseguição, organização criminosa ou induzimento ao suicídio, mas está sendo investigado em um inquérito policial onde Luiza Brunet não é parte.

Relembre o caso

Em janeiro deste ano, a Polícia Civil de Salvador, na Bahia, cumpriu um mandado de prisão contra uma travesti acusada de atentar contra a vida e a integridade da modelo Luiza Brunet. A suspeita teria ameaçado vazar fotos da mãe de Yasmin Brunet nua e incitou ódio por meio das redes sociais.

De acordo com o colunista Gabriel Perline, do iG, a polícia buscava pela travesti – identificada apenas com o “nome morto”, Emerson Mateus de Jesus Lima – desde outubro do ano passado, após ela expor uma outra mulher, vítima de erro médico nas redes sociais, publicando fotos íntimas da vítima.

Defensora dos direitos da mulher, Brunet entrou com uma ação para proteger a mulher exposta e, desde então, passou a receber ataques e ameaças da travesti.

Ainda segundo o colunista, a suspeita chegou a compartilhar fotos de Brunet nua, com as partes íntimas cobertas, e ameaçou publicar o conteúdo sem a tarja caso Luiza voltasse a insistir no processo.

Por Metrópoles

Twitter
Facebook
Pinterest
WhatsApp

Sobre Portal Seridó 360

A revista eletrônica Seridó 360 foi criado no inicio do ano de 2018, pelo estudante de Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo, das Faculdades Integradas de Patos/PB, Iasllan Araújo, com o intuito de levar às notícias do Seridó Potiguar a uma única revista – esta.

E-MAIL

ARQUIVO

contato.serido360@gmail.com

WHATSAPP

ARQUIVO

ARQUIVO

ARQUIVO

Arquivos

ANÚNCIO

ARQUIVO

TAGS

ARQUIVO

Scroll to Top