Falta de estrutura inviabiliza ensino em tempo integral na Escola Estadual Tiradentes, em Natal

EMAIL

ARQUIVO

Por falta de instalações apropriadas para seus alunos, a Escola Estadual Tiradentes, no Barro Vermelho, em Natal, não foi capaz de implementar o ensino em tempo integral no ano de 2024. A escola tem problemas com infiltrações, goteiras espalhadas pelas salas e banheiros interditados por problemas nos encanamentos e na captação do saneamento básico. Além de dois banheiros da escola estarem desativados e sendo utilizados para depósito, um terceiro banheiro foi interditado após problema no seu sistema de fossa.

Já concluindo as atividades do ano letivo de 2023 com dificuldades nas instalações dos prédios da escola, para o ano de 2024 a escola aderiu ao programa da escola em tempo integral. A decisão foi tomada com o intuito de fornecer aos seus estudantes melhores condições de ensino, uma vez que ao manter o aluno em ambiente escolar por mais tempo favorece um maior aproveitamento dos planos pedagógicos propostos pelas instituições.

O sistema de tempo integral foi planejado para o ano de 2024, mas não chegou a ser posto em prática, uma vez que as melhorias acordadas pelo projeto não foram completamente implementadas. “O projeto garante melhorias além dos reparos já necessários na infraestrutura. É prometido uma agilidade na adequação do espaço, reconhecendo as condições mínimas necessárias para o conforto do aluno, porque ele vai precisar de um horário de descanso e de recreação. Chegamos a receber os eletrodomésticos necessários para melhor atender a maior demanda de alunos, como buffet self service e novos bebedouros. Eles não chegaram a tempo do início do ano letivo, mas chegaram e, além das melhorias na infraestrutura, nós também ainda estamos aguardando um novo freezer”, conta o diretor Ramon da Silva Jales.

Para poder continuar atendendo os 203 alunos matriculados na escola, o gestor precisou implementar um revezamento dos horários na escola, atendendo apenas alunos do 1º ao 5º ano ou alunos do 6º ao 9º ano por turno. “Foi necessária essa divisão dos alunos, e remanejar eles entre os horários, sendo alternado a cada semana, uma semana os alunos do 1º ao 5º vêm pela manhã, e na outra semana a tarde. E o mesmo para os alunos do 6º ao 9º ano. Assim eles continuam tendo as mesmas disciplinas, porém infelizmente cada aula com o espaçamento de 15 dias entre eles”, explica Ramon.

A escola possui 213 matrículas efetuadas, das 306 vagas oferecidas pela instituição. Tendo cerca de 20 alunos por turma, os turnos são ocupados cada um por 5 turmas. O diretor declara também que, das vagas ofertadas, dezenas foram canceladas no início do ano letivo, quando a escola informou que não seria possível oferecer o tempo integral no formato idealizado pelo programa estadual.

Em nota, a Secretaria de Estado da Educação, da Cultura, do Esporte e do Lazer informa que “recebeu a direção da unidade de ensino nesta terça-feira (30) e ficou alinhado que a ordem de serviço para os serviços de manutenção será assinada nos próximos dias e as obras serão iniciadas até o final de maio”.

Reportagem completa na Tribuna do Norte

Twitter
Facebook
Pinterest
WhatsApp

Sobre Portal Seridó 360

A revista eletrônica Seridó 360 foi criado no inicio do ano de 2018, pelo estudante de Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo, das Faculdades Integradas de Patos/PB, Iasllan Araújo, com o intuito de levar às notícias do Seridó Potiguar a uma única revista – esta.

E-MAIL

ARQUIVO

contato.serido360@gmail.com

WHATSAPP

ARQUIVO

ARQUIVO

ARQUIVO

Arquivos

ANÚNCIO

ARQUIVO

TAGS

ARQUIVO

Scroll to Top