Facção e Cangaço pretendiam explodir Alcaçuz em ação de R$ 4 milhões

EMAIL

ARQUIVO

A união entre uma facção criminosa e o chamado “Novo Cangaço” – criminosos especializados em ataques à instituições financeiras – iria resultar em um ataque ao Complexo Penitenciário de Alcaçuz, no Rio Grande do Norte. A ação seria composta por pelo menos 30 homens, que pretendiam resgatar cerca de 15 presos de dentro do pavilhão 5 do presídio.

Segundo publicou a Tribuna do Norte em reportagem divulgada neste domingo (16), a operação era tratada como “espetáculo” pelos envolvidos e ia requerer um investimento total de R$ 3 milhões a R$ 4 milhões.

Antes de ser executado, porém, o plano foi descoberto e frustrado pela Divisão Especializada no Combate ao Crime Organizado (Deicor). Pelo menos oito pessoas já foram presas desde o começo das investigações e 21 armas foram apreendidas, incluindo sete fuzis, além de cerca de 3.000 munições, coletes, balaclavas e veículos blindados que deveriam integrar do plano de fuga.

O objetivo do bando seria libertar detentos de grupos do “Novo Cangaço” e de uma facção criminosa do RN.

A Polícia Civil já tem a ideia de solicitar o encaminhamento dos presos resgatados para presídios federais. Os detentos não tiveram seus nomes revelados por questões de segurança e sigilo da investigação.

Por Grande Ponto

Share on twitter
Twitter
Share on facebook
Facebook
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp

Sobre Portal Seridó 360

A revista eletrônica Seridó 360 foi criado no inicio do ano de 2018, pelo estudante de Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo, das Faculdades Integradas de Patos/PB, Iasllan Araújo, com o intuito de levar às notícias do Seridó Potiguar a uma única revista – esta.

E-MAIL

ARQUIVO

contato.serido360@gmail.com

WHATSAPP

ARQUIVO

ARQUIVO

ARQUIVO

Arquivos

ANÚNCIO

ARQUIVO

TAGS

ARQUIVO

Rolar para cima