Bolsonaro é o primeiro presidente desde FHC que não tem senadores no governo

EMAIL

ARQUIVO

Jair Bolsonaro (sem partido) é o primeiro presidente em mais de 25 anos que não tem senadores na composição do primeiro escalão do governo federal. É o que mostra um levantamento feito pelo Metrópoles, com base em informações da Biblioteca da Presidência.

Desde que tomou posse, em janeiro de 2019, Bolsonaro já contou com sete deputados e um ex-deputado em seu governo. Desses, dois reassumiram seus mandatos na Câmara — Marcelo Álvaro Antonio (PSL-MG) e Osmar Terra (MDB-RS).

Atualmente, o primeiro escalão do presidente conta com cinco deputados federais: Tereza Cristina (DEM-MS), Onyx Lorenzoni (DEM-RS), Fábio Faria (PSD-RN), João Roma (Republicanos-BA) e Flávia Arruda (PL-DF), sendo os três últimos integrantes do bloco chamado “Centrão”.

O Centrão reúne parlamentares de legendas de centro e centro-direita. Com algumas mudanças pontuais e trocas de nomes, partidos do grupo compõem a base de sustentação desde a redemocratização.

A aproximação de Bolsonaro do bloco teve início em maio de 2020, em uma tentativa do Executivo para barrar a abertura de um eventual processo de impeachment, além de formar uma base estável para aprovar projetos de interesse do governo e barrar eventuais denúncias no Congresso.

Anteriormente crítico ao que chamava de “velha política”, Bolsonaro dizia que não se renderia ao “toma lá, dá cá”, que é justamente a troca de cargos por apoio. O Centrão também participou da base dos governos de Dilma Rousseff (PT) e Michel Temer (MDB), trocando apoio por cargos.

No ano passado, Bolsonaro passou a admitir que estava negociando com o bloco. Até o momento, no entanto, nenhum senador foi contemplado com um ministério do governo. Na última reforma ministerial, na qual houve rearranjo em seis pastas, o Centrão foi atendido com a indicação da deputada Flávia Arruda para a Secretaria de Governo, responsável pela articulação política.

A participação de senadores no governo era rotineira em gestões anteriores. No primeiro governo de Fernando Henrique Cardoso (PSDB), por exemplo, oito senadores assumiram pastas ao longo de quatro anos, enquanto apenas quatro deputados chefiaram os ministérios.

Por Metrópoles

Share on twitter
Twitter
Share on facebook
Facebook
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp

Sobre Portal Seridó 360

A revista eletrônica Seridó 360 foi criado no inicio do ano de 2018, pelo estudante de Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo, das Faculdades Integradas de Patos/PB, Iasllan Araújo, com o intuito de levar às notícias do Seridó Potiguar a uma única revista – esta.

E-MAIL

ARQUIVO

contato.serido360@gmail.com

WHATSAPP

ARQUIVO

ARQUIVO

ARQUIVO

Arquivos

ANÚNCIO

ARQUIVO

TAGS

ARQUIVO

Rolar para cima