Áudio de Cid é grave demais para ser ignorado, mas será

EMAIL

ARQUIVO

São graves demais para serem ignoradas as acusações do tenente-coronel Mauro Cid contra a Polícia Federal, que segundo ele apenas se interessa em confirmar suas narrativas, e ao próprio ministro Alexandre de Moraes. Mas serão ignoradas, como têm sido acusações muito semelhantes da oposição sobre métodos dessas autoridades. O Senado tem a prerrogativa de investigar, mas seu presidente, Rodrigo Pacheco, aliado de Lula, está muito confortável no “temor reverencial” ao Supremo.

Delação questionada

As denúncias de Cid, a rigor, anulam suas declarações sob acordo de delação premiada, até por insinuar que teriam sido “distorcidas”.

Fora do script

O advogado de Cid alega que suas falas foram um “desabafo”, mas, como o próprio militar disse, não são o que PF e Moraes queriam ouvir.

Desafio da credibilidade

A PF tem corregedoria com reputação de seriedade, mas enfrentará o enorme desafio da credibilidade: será polícia investigando polícia.

Confirmou, prendeu

O militar foi intimado a depor, nesta sexta, para confirmar que falou tudo aquilo mesmo. Confirmou e foi preso por violação de medidas cautelares.

Por Cláudio Humberto – Diário do Poder

Twitter
Facebook
Pinterest
WhatsApp

Sobre Portal Seridó 360

A revista eletrônica Seridó 360 foi criado no inicio do ano de 2018, pelo estudante de Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo, das Faculdades Integradas de Patos/PB, Iasllan Araújo, com o intuito de levar às notícias do Seridó Potiguar a uma única revista – esta.

E-MAIL

ARQUIVO

WHATSAPP

ARQUIVO

ARQUIVO

ARQUIVO

Arquivos

ANÚNCIO

ARQUIVO

TAGS

ARQUIVO

Scroll to Top