Vacina de Oxford consegue neutralizar variante brasileira do coronavírus, aponta estudo

EMAIL

ARQUIVO

As vacinas contra a covid-19 produzidas pela Universidade de Oxford com a AstraZeneca e pela Pfizer parecem ser capazes de neutralizar a variante brasileira do coronavírus, a P.1. É o que indica um estudo feito in vitro publicado nesta segunda-feira, 15, em formato de pré-print – ainda sem revisão de outros cientistas – no site BioRxiv.

O trabalho avaliou a capacidade da cepa originada no Amazonas de escapar de anticorpos – não somente os induzidos por vacinas, mas também do soro de convalescente (anticorpos gerados por quem teve a infecção há mais tempo), e os chamados anticorpos monoclonais, que são um tipo de remédio biológico. E constatou que nos dois primeiros casos, o cenário é mais positivo.

Houve uma pequena perda de neutralização na comparação com as cepas mais comuns, mas ainda assim o efeito das vacinas não ficou comprometido em relação à P.1, situação similar à observada para a cepa britânica B.1.1.17.

Share on twitter
Twitter
Share on facebook
Facebook
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp

Sobre Portal Seridó 360

A revista eletrônica Seridó 360 foi criado no inicio do ano de 2018, pelo estudante de Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo, das Faculdades Integradas de Patos/PB, Iasllan Araújo, com o intuito de levar às notícias do Seridó Potiguar a uma única revista – esta.

E-MAIL

ARQUIVO

contato.serido360@gmail.com

WHATSAPP

ARQUIVO

ARQUIVO

ARQUIVO

Arquivos

ANÚNCIO

ARQUIVO

TAGS

ARQUIVO

Rolar para cima