Surfista é morto com tiro no peito após discussão no litoral de São Paulo

EMAIL

ARQUIVO

Um surfista de 32 anos levou um tiro no peito e morreu, após uma confusão no fim de semana no Guarujá, litoral de São Paulo. Maycon Almeida de Azevedo foi abordado por duas pessoas que diziam ser policiais civis. Eles estavam armados e com distintivos. A dupla tentou deter o surfista que não acreditou que eles eram policiais e resistiu.

Com isso, se iniciou a confusão que culminou no tiro disparado por um dos supostos agentes de segurança.

Uma testemunha relatou ao G1 que Maycon estava surfando com os amigos e foi comer em uma lanchonete, quando uma pessoa pegou no braço dele dizendo “Já era, perdeu”. A situação aconteceu na Alameda Marechal Floriano Peixoto, no centro da cidade.

O surfista foi algemado, e os amigos dele também discutiram com os policiais. As imagens do momento da briga circulam nas redes sociais. A Polícia Militar de São Paulo foi acionada, mas, no local, os amigos do surfista o haviam levado ao Hospital Casa Saúde, onde ele não resistiu ao ferimento e morreu.

No domingo 6, familiares e amigos da vítima fizeram um protesto no local onde o homicídio aconteceu.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo, o caso foi registrado como homicídio simples na Delegacia Sede de Guarujá, que investiga os fatos. O órgão ainda afirma que foi solicitada perícia para o local. A SSP não respondeu se os envolvidos no caso eram mesmo policiais civis.

Por Metrópoles

Share on twitter
Twitter
Share on facebook
Facebook
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp

Sobre Portal Seridó 360

A revista eletrônica Seridó 360 foi criado no inicio do ano de 2018, pelo estudante de Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo, das Faculdades Integradas de Patos/PB, Iasllan Araújo, com o intuito de levar às notícias do Seridó Potiguar a uma única revista – esta.

E-MAIL

ARQUIVO

contato.serido360@gmail.com

WHATSAPP

ARQUIVO

ARQUIVO

ARQUIVO

Arquivos

ANÚNCIO

ARQUIVO

TAGS

ARQUIVO

Rolar para cima