Polícia investiga caso de publicitário que morreu ao sair de sauna gay

EMAIL

ARQUIVO

A morte do publicitário Yuri Castro, de 23 anos, que ocorreu após a saída de uma sauna gay na região da Santa Ifigênia, no centro de São Paulo, na última segunda-feira (22), está sendo investigada pela Polícia Civil. O caso foi registrado no 3° DP (Campos Elíseos).

Segundo a Secretaria da Segurança Pública (SSP), Yuri foi resgatado na Rua General Osório, que fica a cerca de 1 km de distância da sauna. Ele foi levao pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) a Unidade Pronto Atendimento (UPA) Vergueiro.

A SSP não informou se Yuri apresentava sinais de violência nem o que ocasionou a morte do jovem.

“Exames periciais foram solicitados e estão sendo elaborados. Tão logo forem finalizados, serão analisados pela autoridade policial”, afirmou a SSP.

O que diz o estabelecimento?

A Sauna Chilli, local em que Yuri estava antes de morrer, lamentou a morte do jovem e afirmou estar “apurando todos os acontecimentos”. O estabelecimento confirmou que o rapaz esteve no local e saiu de lá às 04h25 do dia 22 de abril.

Ao Metrópoles, o proprietário da Sauna Chilli, Douglas Drumond, disse que “tudo o que temos a dizer já foi dito” e que “estamos exaustos”. O local nega envolvimento com a morte de Yuri.

Por iG

Twitter
Facebook
Pinterest
WhatsApp

Sobre Portal Seridó 360

A revista eletrônica Seridó 360 foi criado no inicio do ano de 2018, pelo estudante de Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo, das Faculdades Integradas de Patos/PB, Iasllan Araújo, com o intuito de levar às notícias do Seridó Potiguar a uma única revista – esta.

E-MAIL

ARQUIVO

contato.serido360@gmail.com

WHATSAPP

ARQUIVO

ARQUIVO

ARQUIVO

Arquivos

ANÚNCIO

ARQUIVO

TAGS

ARQUIVO

Scroll to Top