Perícia revela que incêndio no Morro do Careca não foi natural e pode ter sido causado por pessoas com fósforo

EMAIL

ARQUIVO

O Instituto Técnico-Científico de Perícia do Rio Grande do Norte (Itep/RN) detalhou o laudo sobre o incêndio que atingiu o Morro do Careca, em Natal, durante o mês de fevereiro de 2024.

O documento, produzido pelo Setor de Engenharia Ambiental e Meio Ambiente (Selma) do Órgão, foi finalizado ainda no mês de março e traz informações sobre o que foi encontrado no local e a dinâmica do ocorrido.

De acordo com a perícia do Itep, diversos vestígios de resíduos sólidos de atividade humana foram identificados, como latas, garrafas, copos plásticos e palitos de fósforo riscados.

Embora o laudo tenha sido concluído como ‘incêndio florestal de origem indeterminada’, considerando a presença de elementos, e em especial dos palitos de fósforo riscados próximos ao local em que possivelmente o incêndio teve origem, sugere-se como hipótese mais provável que tenha ocorrido um incêndio não natural, ou seja, que teve origem por ação humana, embora não se possa fazer inferências quanto à intencionalidade do ato.

Uma vez iniciado, no ponto mais elevado da área atingida, o fogo se deslocou a favor do vento, em direção à praia de Ponta Negra, atingindo mais intensamente uma área estimada de 730 metros quadrados e outras áreas da vegetação abaixo da copa das árvores. As áreas afetadas pelo incêndio sofreram diferentes intensidades de deterioração, desde completa carbonização à leves chamuscamentos.

Por 96 FM

Twitter
Facebook
Pinterest
WhatsApp

Sobre Portal Seridó 360

A revista eletrônica Seridó 360 foi criado no inicio do ano de 2018, pelo estudante de Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo, das Faculdades Integradas de Patos/PB, Iasllan Araújo, com o intuito de levar às notícias do Seridó Potiguar a uma única revista – esta.

E-MAIL

ARQUIVO

contato.serido360@gmail.com

WHATSAPP

ARQUIVO

ARQUIVO

ARQUIVO

Arquivos

ANÚNCIO

ARQUIVO

TAGS

ARQUIVO

Scroll to Top