Mulher de 92 anos é derrubada durante assalto indo para uma igreja e entra em coma

EMAIL

ARQUIVO

As imagens de uma câmera de segurança mostram um homem assaltando uma mulher de 92 anos na manhã de sexta-feira (14) no bairro Jucutuquara, em Vitória. A vítima, que estava indo para a igreja, foi jogada no chão durante o assalto e acabou batendo a cabeça e entrou em coma.

Estela Abreu Vieira foi encontrada por um vizinho caída em uma calçada, com a cabeça bastante machucada. Ela foi socorrida e levada para o hospital.

“Todo o dia ela pega o ônibus e vai na missa. A bolsinha que ela tava só tinha um terço”, disse Antônio José Duarte, filho de Estela.

O suspeito conseguiu levar a bolsa da vítima. O filho de Estela contou que ela está em estado grave e vai precisar passar por uma cirurgia.

“A situação dela é gravíssima. Ela está em coma, deu um coágulo no cérebro, e com 92 anos, pra fazer uma operação de alto risco”, explicou o filho.

Estela é moradora do bairro há muitos anos e o crime causou comoção entre os vizinhos, que reclamaram de falta de segurança no bairro.

“Apavorada porque podia ser comigo. É uma senhora de 92 anos, é muita covardia”, relatou Mercedes Colares, artista plástica e moradora do bairro.

Em um vídeo gravado por outra câmera na mesma região, outra moradora quase foi assaltada pelo mesmo homem que atacou Estela. A mulher viu que o homem se aproximava e fugiu correndo.

A Polícia Militar disse que recebeu um chamado no início da manhã desta sexta-feira informando que uma mulher teria caído e machucado a cabeça durante um assalto no bairro Jucutuquara, em Vitória. O criminoso teria fugido levando a bolsa da vítima. No entanto, equipes estiveram no endereço informado, mas não localizaram a mulher ou possível suspeito.

A PM ressaltou que o bairro conta com policiamento preventivo constante, no entanto, indivíduos motivados à prática criminal aproveitam-se de oportunidades para agir.

A prefeitura de Vitória disse que ampliou o número de vagas na rede socioassistencial para pessoas em situação de rua e as equipes de abordagem continuam trabalhando todos os dias. Além disso, reforço que a Guarda Municipal tem feito patrulhamento em Jucutuquara e está em constante diálogo com a comunidade para reforçar as ações de prevenção a crimes.

Enquanto isso, vizinhos e a família de Estela ficam apreensivos com o estado de saúde da vítima.

“É uma pessoa muito querida, que nós conhecemos aqui de muitos anos. E quando a gente vê um crime contra uma pessoa fragilizada, como aconteceu, isso revolta todo mundo”, disse Frederico Pagotto, vizinho e fisioterapeuta.

Por G1

Twitter
Facebook
Pinterest
WhatsApp

Sobre Portal Seridó 360

A revista eletrônica Seridó 360 foi criado no inicio do ano de 2018, pelo estudante de Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo, das Faculdades Integradas de Patos/PB, Iasllan Araújo, com o intuito de levar às notícias do Seridó Potiguar a uma única revista – esta.

E-MAIL

ARQUIVO

contato.serido360@gmail.com

WHATSAPP

ARQUIVO

ARQUIVO

ARQUIVO

Arquivos

ANÚNCIO

ARQUIVO

TAGS

ARQUIVO

Scroll to Top