Motorista de Porsche que matou condutor de aplicativo é indiciado por homicídio doloso, lesão corporal e fuga

EMAIL

ARQUIVO

Fernando Sastre de Andrade Filho, de 24 anos, foi indiciado por homicídio doloso, lesão corporal e fuga após colidir um carro Porsche 911 Carrera GTS contra o veículo do motorista de aplicativo Ornaldo da Silva Viana, de 52 anos. Ele se apresentou na 30ª Delegacia de Polícia, no Tatuapé, na Zona Leste de São Paulo, por volta das 16h desta segunda-feira. Ele era procurado pelas autoridades desde que deixou o local do acidente acompanhado pela mãe, no domingo.

Em nota, a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo disse que o homem foi indiciado após prestar depoimento. A Polícia Civil também pediu a decretação da prisão temporária do homem.

“O autor do acidente compareceu na delegacia na tarde desta segunda-feira (1) e, após prestar depoimento, foi indiciado criminalmente por homicídio doloso, lesão corporal e fuga de local de acidente. A autoridade policial representou pela decretação da sua prisão temporária e aguarda a apreciação do Poder Judiciário. O caso segue em investigação pelo 30º DP. A Polícia Militar segue apurando a dinâmica da ocorrência para identificar eventual erro no procedimento operacional”, disse a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo, em nota.

A colisão aconteceu na madrugada de domingo, na Avenida Salim Farah Maluf, em Tatuapé, na Zona Leste de São Paulo, depois das 2h. O Porsche bateu na traseira do Renault Sandero de Ornaldo Viana. Testemunhas afirmaram à TV Globo que Fernando Sastre Filho dirigia acima de 50 km/h, velocidade máxima permitida na via.

O motorista de aplicativo morreu no local. Fernando, que apresentava ferimentos, foi retirado da cena pela mãe, identificada como Daniela Cristina de Medeiros Andrade, de 45 anos. A mulher disse aos policiais que levaria o filho a uma unidade hospitalar na Zona Sul. Após constatarem que o homem era o responsável pelo acidente, os policiais foram ao hospital indicado por Daniela Andrade em busca do suspeito. Ele, no entanto, não estava na unidade.

Os policiais também foram na residência do suspeito. Sastre não se encontrava no local. Na tarde desta segunda-feira, ele se apresentou na delegacia.

Nascido em família de empresários do mercado imobiliário e de construção, o homem dirigia um Porsche 911 Carrera GTS azul, avaliado em mais de R$ 1 milhão. Fernando Filho nasceu em 1999, é estudante de engenharia na Universidade Presbiteriana Mackenzie e sócio de dois empreendimentos: a FF Andrade Prestação de Serviços Administrativos, fundada em 2018, quando tinha 18 anos, e a construtora Sastre Empreendimento Imobiliário, fundada em 2020, que atua em construção de prédios residenciais e loteamento de imóveis.

Por O Globo

Twitter
Facebook
Pinterest
WhatsApp

Sobre Portal Seridó 360

A revista eletrônica Seridó 360 foi criado no inicio do ano de 2018, pelo estudante de Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo, das Faculdades Integradas de Patos/PB, Iasllan Araújo, com o intuito de levar às notícias do Seridó Potiguar a uma única revista – esta.

E-MAIL

ARQUIVO

WHATSAPP

ARQUIVO

ARQUIVO

ARQUIVO

Arquivos

ANÚNCIO

ARQUIVO

TAGS

ARQUIVO

Scroll to Top