#LulaGenocida: Termo viraliza após Brasil bater recorde de mortes por dengue

EMAIL

ARQUIVO

Durante a pandemia, muita gente comentou: no Brasil, parece que o povo só morre de covid-19. O mosquito da dengue sumiu. Dois anos depois, o efeito rebote é forte. O País bateu recorde de mortes por dengue em 2023 e, rapidamente, o assunto foi politizado, com a expressão “#LulaGenocida” ser uma das mais citadas do X, antigo Twitter.

O termo, obviamente, é uma resposta a hastag “#Bolsonarogenocida”, usada para tratar do descontrole sobre o número de mortes durante a pandemia.

Com relação ao fato em si, o Brasil chegou em 2023 ao total de 1.079 mortes pela dengue. O assunto nem chega a ser novo. Foi divulgado ainda em dezembro de 2023, pela Agência Brasil, mas voltou a ser destaque por ser “requentado” pela Folha de São Paulo.

No RN, o número de casos de covid-19 ficou abaixo dos 8 mil e foram apenas duas mortes.

Na série histórica divulgada pela pasta, também com base no Sinan, o maior número de óbitos no período de um ano completo ocorreu em 2022, quando chegou a 1.053 registros. Em seguida, vem o ano de 2015, com 986 mortes.

Questionado sobre o recorde, o Ministério da Saúde informou que, com a previsão de aumento de casos, cerca de 11,7 mil profissionais de saúde foram capacitados em 2023 para manejo clínico, vigilância e controle de arboviroses, que são infecções causadas por vírus transmitidos, principalmente, por mosquitos.

“O Ministério da Saúde vai investir R$ 256 milhões no fortalecimento da vigilância das arboviroses. O momento é de intensificar os esforços e as medidas de prevenção por parte de todos para reduzir a transmissão das doenças. Para evitar o agravamento dos casos, a população deve buscar o serviço de saúde mais próximo ao apresentar os primeiros sintomas”, diz a nota.

Ainda segundo a pasta, foi incorporada, no último dia 21, a vacina contra dengue no Sistema Único de Saúde (SUS). No entanto, não será utilizada em larga escala em um primeiro momento, já que o laboratório fabricante, Takeda, afirmou que tem uma capacidade restrita de fornecimento de doses. A vacinação será focada em público e regiões prioritárias, com definição de estratégias de utilização das doses disponíveis prevista para ocorrer nas primeiras semanas de janeiro.

MAIS GENOCÍDIO

Além do caso da dengue, críticos ao governo do PT também citaram no Twitter os casos de mortes de ianomamis e, até, a notícia recente, que apontou Natal como a capital do Nordeste com maior número de pessoas depressivas.

Portal da 96 FM

Twitter
Facebook
Pinterest
WhatsApp

Sobre Portal Seridó 360

A revista eletrônica Seridó 360 foi criado no inicio do ano de 2018, pelo estudante de Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo, das Faculdades Integradas de Patos/PB, Iasllan Araújo, com o intuito de levar às notícias do Seridó Potiguar a uma única revista – esta.

E-MAIL

ARQUIVO

WHATSAPP

ARQUIVO

ARQUIVO

ARQUIVO

Arquivos

ANÚNCIO

ARQUIVO

TAGS

ARQUIVO

Scroll to Top