Instalação da UFERSA em Santo Antonio e Serra de São Bento é debatida em reunião

EMAIL

ARQUIVO

Com campus nos municípios de Mossoró, Angicos, Caraúbas e Pau dos Ferros, agora será a vez de Santo Antonio e Serra de São Bento receberem a Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA). Informações sobre a instalação da universidade nestes municípios foram discutidas durante reunião realizada na manhã desta quarta-feira (12), em Santo Antonio, com a presença da reitora Ludimilla Oliveira e de representantes da bancada federal do Rio Grande do Norte.

Como presidente da Frente Parlamentar Mista em Prol do Semiárido, o General Girão se prontificou, de imediato, a defender o projeto que busca se tornar uma referência para o semiárido do Brasil e do mundo. A expectativa é de que o novo campus seja um modelo de desenvolvimento científico e de estratégias de convivência com o semiárido, contando inicialmente com graduações nas áreas de Turismo, Engenharia Ambiental e Agronomia.

“Sou um entusiasta do ensino em geral, em especial, do ensino superior brasileiro, por vislumbrar nele um imenso potencial para criação de soluções concretas às adversidades sofridas pelo nosso povo. A instalação de um campus universitário em Serra de São Bento será de importância imensurável não apenas para aquele município, mas para toda a região do Trairí, Agreste, Seridó e Curimataú Paraibano. A ideia é unir esforços para que o semiárido não receba somente tecnologia, mas também desenvolva conhecimento capaz de enfrentar a escassez hídrica com sustentabilidade ambiental”, afirmou o deputado federal.

Para o General Girão, a melhoria na qualidade do ensino brasileiro é urgente. “É essencial apoiarmos as universidades federais para que o saber possa chegar o mais descentralizado possível em um estado como o nosso. Vivemos um momento de revolução em nossa educação e isso passa pela formação livre de qualquer tipo de ideologia político-partidária. A UFERSA está ousando em ir para outros municípios e esta ousadia é, para nós, um motivo de orgulho porque demonstra que estamos buscando atender às necessidades do nosso povo”, completou.

De acordo com a reitora Ludimilla Oliveira, a ideia é que estes novos ‘braços’ da UFERSA recebam cursos relevantes para o desenvolvimento da região. “Em Serra de São Bento, por exemplo, temos as condições geográficas e ambientais ideais para construirmos um campus-modelo para o semi-árido. Precisamos de área experimental em uma região fria e a Serra é perfeita para isso. Podemos ser referência em sustentabilidade com os cursos de Agronomia, Turismo e Engenharia Ambiental, por exemplo”, explicou a reitora, acrescentando que já tem uma audiência marcada com o ministro da Educação Milton Ribeiro para tratar sobre a pactuação dos campi.

Já em relação ao campus de Santo Antônio, a intenção é transformá-lo em referência para as licenciaturas. “Não temos ainda um campus que seja formador de professores e esse é um diferencial muito grande. Então, agora precisamos de apoio imediato para o funcionamento de ambos. E esse apoio passa também pelo envio de recursos por meio da nossa bancada federal”, afirmou Ludimilla Oliveira.

PARQUE TECNOLÓGICO

A Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA) recebeu, no último dia 5 de janeiro, recursos no valor de R$ 1.038.908,00 para estruturação do Parque Tecnológico do Semiárido. O montante é proveniente de emenda parlamentar do deputado federal General Girão. A transferência aconteceu por intermédio da Prefeitura de Mossoró.

Para que os recursos fossem transferidos foi necessária a elaboração de um Projeto de Desenvolvimento Institucional denominado “Apoio Estruturante ao Parque Tecnológico do Semiárido”, que já conta com a aprovação do Conselho de Administração da Universidade. Além disso, para que a transferência dos recursos fosse efetivamente realizada também foi necessária à celebração de um convênio de Ensino, Ciência, Tecnologia e Inovação (ECTI) entre a Ufersa e a Prefeitura de Mossoró. O Parque será voltado para o desenvolvimento científico e tecnológico do Semiárido.

Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Sobre Portal Seridó 360

A revista eletrônica Seridó 360 foi criado no inicio do ano de 2018, pelo estudante de Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo, das Faculdades Integradas de Patos/PB, Iasllan Araújo, com o intuito de levar às notícias do Seridó Potiguar a uma única revista – esta.

E-MAIL

ARQUIVO

contato.serido360@gmail.com

WHATSAPP

ARQUIVO

ARQUIVO

ARQUIVO

Arquivos

ANÚNCIO

ARQUIVO

TAGS

ARQUIVO

Rolar para cima