Ibama se reúne com comissão da Câmara para discutir aumento de queimadas na Amazônia

EMAIL

ARQUIVO

O aumento significativo de queimadas na região Amazônica vai ser tema de uma conversa entre o presidente do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente (Ibama), Rodrigo Agostinho, e o presidente da Comissão de Meio Ambiente da Câmara dos Deputados, deputado federal Rafael Prudente (MDB-DF).

A informação foi confirmada pelo órgão e pelo deputado à CNN. O encontro estava previsto para acontecer nesta sexta-feira (3), às 10h30, mas precisou ser adiado para a próxima semana, quando o parlamentar também deve se reunir com a ministra do Meio Ambiente, Marina Silva.

O deputado disse que a partir de quarta-feira (8) melhorias para controlar as queimadas da região Amazônica devem ser discutidos na Comissão de Meio Ambiente.

Ele relembrou que o país vai sediar a COP 30 em 2025 no Pará, estado amazônico, e que, por isso, são necessárias ações emergenciais.

“Nós temos uma pauta extensa na próxima, do que se trata de requerimentos de autoridades, de audiências públicas para tratar sobre diversos temas. E certamente essa será uma pauta prioritária da nossa presidência na Comissão em 2024”, disse o parlamentar.

O tema chamou a atenção dos parlamentares da Comissão, que não excluem a possibilidade de acionar autoridades a prestar depoimento no colegiado, porque os números de focos de incêndio dispararam no Norte do país em comparação ao ano passado no mesmo período.

O Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) divulgou um levantamento apontando que entre o primeiro dia de janeiro de 2024 e a última segunda-feira, dia 29 de abril, a Amazônia somou 8.969 focos de queimadas, um aumento de 153% em comparação com 2023, que contou 3.540 focos.

Segundo o órgão, o número total de queimadas em todo o país subiu 81%, contabilizando 17.064 ocorrências nos primeiros quatro meses do ano.

Resposta do Meio Ambiente

Por meio de nota, o Ministério do Meio Ambiente informou que foram disponibilizados R$ 405 milhões do Fundo Amazônia para os Corpos de Bombeiros dos nove Estados da Amazônia Legal.

O objetivo, segundo a pasta, é ampliar as ações de prevenção e controle de incêndios florestais. O governo federal também busca soluções conjuntas para o projeto de lei nº 1818/22, que institui a Política Nacional de Manejo Integrado do Fogo.

“A iniciativa reforçará a prevenção de incêndios florestais no país. A cooperação entre órgãos ambientais federais, estaduais e municipais é fundamental para permitir ações estratégicas e eficazes de prevenção e combate a incêndios florestais”, informou o ministério por meio de nota.

Por CNN Brasil

Twitter
Facebook
Pinterest
WhatsApp

Sobre Portal Seridó 360

A revista eletrônica Seridó 360 foi criado no inicio do ano de 2018, pelo estudante de Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo, das Faculdades Integradas de Patos/PB, Iasllan Araújo, com o intuito de levar às notícias do Seridó Potiguar a uma única revista – esta.

E-MAIL

ARQUIVO

contato.serido360@gmail.com

WHATSAPP

ARQUIVO

ARQUIVO

ARQUIVO

Arquivos

ANÚNCIO

ARQUIVO

TAGS

ARQUIVO

Scroll to Top