Homem morre e outras cinco pessoas passam mal após uma intoxicação alimentar em churrasco de confraternização

EMAIL

ARQUIVO

A Polícia Civil de Minas Gerais está investigando as causas da morte de um homem de 37 anos, após ele dar entrada a uma unidade hospitalar de Patrocínio, no Triangulo Mineiro, com sinais de intoxicação alimentar.

Segundo as informações, ele e outras cinco pessoas, que estavam em uma chácara para uma confraternização, na noite de sexta-feira (12), passaram mal e precisaram de atendimento médico.

Três pessoas, de 34, 21 e 66 anos foram levadas à Santa Casa de Misericórdia da cidade (o mais velho precisou ser encaminhado à UTI) e outras três, de 29, 33 e 37 anos, a um Pronto Socorro. No local, o homem de 37 anos sofreu uma parada cardiorespiratória e não resistiu. A vítima de 33 anos precisou ser entubada e foi levada para a UTI. Já a de 29 anos, um homem, também foi encaminhado à Santa Casa com mal estar e dores abdominais e internado na UTI.

O que aconteceu?

De acordo com a Polícia Militar, as vítimas são funcionários de uma empresa e estavam na chácara para uma confraternização. Segundo relato de testemunhas à PM, no local, após uma palestra motivacional, foram servidos churrasco, arroz, feijão tropeiro, vinagrete, mandioca e bebidas (incluindo chopp, campari, suco, água e refrigente).

Eram 13 participantes, sendo que alguns deles pernoitaram no local e outros foram embora no mesmo dia. Na manhã de sábado (13), uma das vítimas começou a vomitar e convulsionar, sendo socorrida por um colega até o pronto-socorro.

Análise

Pelas redes sociais, o sargento da PM, Eder, informou que além da corporação, a PC e a vigilância sanitária de Patrocínio estão recolhendo amostras de comidas e fazendo diligencias para apurar a situação.

O estado de saúde dos outros pacientes não foi informado.

Procurada, a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) informou que deslocou a perícia técnica ao local da confraternização ocorrida na sexta-feira (12/1), em Patrocínio, para realizar os trabalhos de praxe e recolher amostras de alimentos consumidos pelos participantes.

A PCMG esclarece que irá instaurar inquérito para apurar o fato, inclusive com procedimento de oitivas de participantes, organizadores e trabalhadores do evento, para verificação do ocorrido e apuração de eventuais responsabilidades.

Ainda não se sabe qual alimento ou componente pode ter provocado a intoxicação.

Por O Tempo

Twitter
Facebook
Pinterest
WhatsApp

Sobre Portal Seridó 360

A revista eletrônica Seridó 360 foi criado no inicio do ano de 2018, pelo estudante de Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo, das Faculdades Integradas de Patos/PB, Iasllan Araújo, com o intuito de levar às notícias do Seridó Potiguar a uma única revista – esta.

E-MAIL

ARQUIVO

WHATSAPP

ARQUIVO

ARQUIVO

ARQUIVO

Arquivos

ANÚNCIO

ARQUIVO

TAGS

ARQUIVO

Scroll to Top