Governo Milei anuncia aumento de 30% no salário mínimo da Argentina

EMAIL

ARQUIVO

O governo argentino fixou um aumento do salário mínimo de 30% no total entre fevereiro e março, informou o porta-voz da Presidência nesta terça-feira (20).

“Não foi possível que as partes chegassem a um acordo na discussão sobre o salário mínimo”, disse o porta-voz Manuel Adorni, referindo-se ao fracasso na quinta-feira passada do Conselho do Salário Mínimo, composto pelo governo, pelas câmaras empresariais e pelos sindicatos, que pediam um aumento de 85%.

Neste contexto, acrescentou Adorni, “o governo deve arbitrar entre as partes e fixar um salário mínimo”, algo que o presidente Javier Milei havia inicialmente rejeitado.

O valor foi estabelecido em 180.000 pesos para fevereiro (US$ 204 na taxa oficial de câmbio, ou R$ 1.007), o que representa um aumento de 15% em relação aos 156.000 pesos atuais, e 202.800 pesos para março (US$ 230, ou R$ 1.136), um aumento de 30% em relação ao valor atual.

Em comparação com o salário mínimo brasileiro, que está fixado em R$ 1.412 em 2024, o valor argentino é menor.

A pobreza atinge 57% da população da Argentina, segundo estudo do Observatório da Dívida Social da Universidade Católica Argentina, divulgado no último fim de semana.

O ministro da Economia, Luis Caputo, havia adiantado na segunda-feira à noite em uma entrevista televisiva que o governo iria fixar um aumento do salário mínimo.

Twitter
Facebook
Pinterest
WhatsApp

Sobre Portal Seridó 360

A revista eletrônica Seridó 360 foi criado no inicio do ano de 2018, pelo estudante de Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo, das Faculdades Integradas de Patos/PB, Iasllan Araújo, com o intuito de levar às notícias do Seridó Potiguar a uma única revista – esta.

E-MAIL

ARQUIVO

contato.serido360@gmail.com

WHATSAPP

ARQUIVO

ARQUIVO

ARQUIVO

Arquivos

ANÚNCIO

ARQUIVO

TAGS

ARQUIVO

Scroll to Top