Governo do RN gasta mais de R$ 233 milhões com professores sem local de trabalho, diz sindicato

EMAIL

ARQUIVO

O Sindicato dos Trabalhadores do Serviço Público da Administração Direta do Estado do Rio Grande do Norte (Sinsp-RN) denunciou que o Governo do RN gasta mais de R$ 233 milhões com “professores fantasmas”.

Conforme publicado pelo sindicato, de 19.137 professores e especialistas da rede estadual de ensino, entre efetivos e temporários, 3.207 não têm nenhuma lotação definida pela Secretaria de Educação de Estado, de acordo com relatório da própria secretaria.

O valor gasto pelo Estado é uma projeção baseada no piso salarial do magistério, que tem como base R$ 4.420,55, o mínimo que um professor recebe.

Em consultas feitas ao Portal da Transparência por amostragem mostram que a lista dos professores sem lotação tem seu salário regularizado, pagos mensalmente.

“Sabemos que é comum que professores tenham salários muito superiores a esse valor. Então, esse custo pode chegar aos R$ 300 milhões anuais”, revela o Sinsp.

Na próxima segunda-feira (18), o SINSP apresentará o relatório e outros documentos em que constam o nome de cada um dos professores sem lotação na Controladoria-geral do Estado do RN (Control-RN).

“Apesar do relatório da SEEC mostrar que esses professores não têm local de trabalho, esperamos que isso não seja a realidade. Na verdade, não sabemos se essas pessoas trabalham ou não trabalham. Esperamos que a Control fiscalize essa grave informação”, disse o sindicato em publicação.

Confira a publicação na íntegra aqui.

Twitter
Facebook
Pinterest
WhatsApp

Sobre Portal Seridó 360

A revista eletrônica Seridó 360 foi criado no inicio do ano de 2018, pelo estudante de Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo, das Faculdades Integradas de Patos/PB, Iasllan Araújo, com o intuito de levar às notícias do Seridó Potiguar a uma única revista – esta.

E-MAIL

ARQUIVO

WHATSAPP

ARQUIVO

ARQUIVO

ARQUIVO

Arquivos

ANÚNCIO

ARQUIVO

TAGS

ARQUIVO

Scroll to Top