Governo Bolsonaro deverá pagar despesas de perícia em Adélio

EMAIL

ARQUIVO

O governo federal deverá arcar com as despesas de passagens e diárias para que 2 psiquiatras façam a perícia médica em Adélio Bispo de Oliveira, autor da facada no presidente Jair Bolsonaro (PL) em um comício em Juiz de Fora (MG) durante a campanha eleitoral de 2018. Uma decisão da Justiça determinou que o pagamento deverá ser feito pelo Depen (Departamento Penitenciário Nacional).

Os médicos terão que se deslocar de João Pessoa e do Rio de Janeiro para Campo Grande, onde Adélio cumpre medida de internação em penitenciária federal. Houve dificuldade em encontrar peritos que manifestassem interesse em fazer o procedimento. Conforme prazo fixado pela Justiça, o exame pode ser feito a partir deste mês.

A realização da perícia será possível graças a uma cooperação da Associação Brasileira de Psiquiatria, que viabilizou os 2 profissionais para o procedimento.

Adélio foi absolvido pela Justiça Federal de Minas Gerais, em junho de 2019. Foi considerado inimputável, ou seja, incapaz de responder pelos atos que praticou. A sentença do juiz Bruno Savino, da 3ª Vara Federal de Juiz de Fora (MG), fixou prazo de 3 anos para uma perícia médica com objetivo de verificar a cessação ou permanência da periculosidade de Adélio.

Por Poder360

Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Sobre Portal Seridó 360

A revista eletrônica Seridó 360 foi criado no inicio do ano de 2018, pelo estudante de Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo, das Faculdades Integradas de Patos/PB, Iasllan Araújo, com o intuito de levar às notícias do Seridó Potiguar a uma única revista – esta.

E-MAIL

ARQUIVO

contato.serido360@gmail.com

WHATSAPP

ARQUIVO

ARQUIVO

ARQUIVO

Arquivos

ANÚNCIO

ARQUIVO

TAGS

ARQUIVO

Rolar para cima