Ex-chefão do SBT conta podres dos bastidores e detona Celso Portiolli

EMAIL

ARQUIVO

Demitido em 2012 após 28 anos de trabalho, o ex-diretor do SBT Walter Wanderley, mais conhecido como Goiabinha, detonou Celso Portiolli. “Eu falo que ele foi ingrato comigo porque quando ele tinha condições de me segurar [não segurou]”, declarou ele, que dirigiu o Domingo Legal.

Em uma live com a influenciadora Rê Agapito no Instagram, Goiabinha passou quatro horas falando sobre bastidores de TV. “O que tem de puxador de tapete na televisão brasileira… É muita gente mau-caráter que tá em altos cargos nas emissoras. Mau-caráter, pessoas que usam o cargo pra comer mulher ou dar pra um”, acusou o diretor.

“Gente do céu, tô passada. Mas a televisão, o meio artístico é um meio esquisito como todo mundo fala, né?”, perguntou a dona do perfil Aquela Infância.

“Não, na polícia tem, na política tem, na igreja tem, na escola tem, qualquer lugar tem. Mas a televisão é mais exposta, né? Muita gente mau-caráter, muito bandido”, avaliou Wanderley. “Tem mais alguém além do Rodolfo?”, perguntou Rê, sobre o humorista Rodolfo Carlos de Almeida.

“Não, eu não tô falando que o Rodolfo é bandido, tô dizendo que ele foi ingrato. Eu sempre trabalhei no SBT, ganhava bem, quer dizer, ganhava mal, eu ganhava mal, mas nunca precisei de dinheiro de ninguém, nunca precisei acabar com ninguém”, avisou.

“Por isso eu tenho a minha alma limpa e ninguém pode falar de mim por aí. Tem muita gente que tem muita coisa, mas é dinheiro de puta que eles têm. Ou de puto também”, atacou Goiabinha. “Mas, além do Rodolfo, que você citou que é ingrato, você poderia citar mais alguém?”, provocou ela.

“O Celso! O Celso”, disparou o ex-SBT. “O Celso Portiolli?”, perguntou a entrevistadora. “Sim, eu acho ele ingrato. Comigo ele foi. E eu falo que ele foi ingrato comigo, foi muito ingrato comigo. Porque quando ele tinha condições de me segurar [no SBT, ele não segurou]…”, explicou.

“Sabe por que eu tô falando isso? Porque a primeira vez que veio uma fita cassete [dele, com teste para TV, veio] no meu nome. O interesse veio da minha mão. Eu podia ter pego aquela fita cassete e jogado no lixo. E aí ele não era quem ele é hoje. Entendeu? Eu poderia ter pego aquela fita e jogado no lixo”, repetiu Walter.

“Ele poderia até chegar [onde chegou], mas ia demorar mais um pouco. Eu peguei a fita e passei pra frente até chegar no Silvio Santos, e eu poderia ter jogado fora”, completou.

“Sabe que a Jéssica [Esteves] do Bom Dia & Cia. falou a mesma coisa do Celso? Que ele puxou o tapete dela. Nossa, que situação. Super concordo com você, sei bem como é”, disse a criadora de conteúdo.

“Não é só na televisão, não, meu amor. Na igreja você tem isso, mas eu tô falando porque eu convivi na televisão e sei. Quando chegou essa fita, eu passei pra frente e ele veio trabalhar. Eu não estou falando mal do Celso Portiolli, estou falando da ingratidão dele, porque a primeira vez que ele botou a cara no vídeo eu estava presente”, relembrou o antigo funcionário.

“Eu tinha 51 anos e uma filhinha de dois anos, 28 anos de casa e nunca roubei filho da puta nenhum. O que aconteceu? O Gugu [Liberato] foi embora, o Silvio Santos me segurou e segurou mais umas três pessoas e nós íamos dirigir o programa, o Domingo Legal. Aí ele trouxe um novo diretor”, continuou.

“Quando o Celso Portiolli foi renovar o contrato, botaram minha cabeça numa bandeja. Mas o que aconteceu? O Celso tinha metade da direção de um lado o outro cara [diretor] a outra metade. Naquela hora, o Celso Portiolli poderia ter dito: ‘Não mexa com ele’, porque eu ensinei o Celso Portiolli a fazer, pelo menos, os primeiros programas. Eu ensinei ele a como se comportar”, argumentou.

Goiabinha ainda afirmou que não guarda mágoas do atual apresentador do Domingo Legale chegou a mostrar que mantém um porta-retratos dele abraçado com o antigo colega de trabalho em seu escritório.

Por Notícias da TV

Share on twitter
Twitter
Share on facebook
Facebook
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp

Sobre Portal Seridó 360

A revista eletrônica Seridó 360 foi criado no inicio do ano de 2018, pelo estudante de Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo, das Faculdades Integradas de Patos/PB, Iasllan Araújo, com o intuito de levar às notícias do Seridó Potiguar a uma única revista – esta.

E-MAIL

ARQUIVO

contato.serido360@gmail.com

WHATSAPP

ARQUIVO

ARQUIVO

ARQUIVO

Arquivos

ANÚNCIO

ARQUIVO

TAGS

ARQUIVO

Rolar para cima