Pesquisar
Close this search box.

Empresa que arrematou leilão de arroz venceu também o de milho

EMAIL

ARQUIVO

Seis meses antes de arrematar lotes do leilão de arroz do governo federal, a locadora de carros ASR Locação de Veículos e Máquinas venceu também a licitação de milho do governo petista da Bahia. Ambos os certames foram conduzidos pela Conab (Companhia Nacional de Abastecimento), desde o edital até as etapas finais do processo.

Segundo informações do portal UOL, a ASR Locação de Veículos e Máquinas foi contratada, em dezembro de 2023, pelo valor de R$ 19,8 milhões para fornecer 212 mil sacas de milho ao governo baiano, como parte do programa Leilão pra Você.

A empresa em questão se tornou alvo de investigação da Polícia Federal e da CGU (Controladoria Geral da União) após a revelação de que o leilão de arroz fora arrematado por ela, por uma comerciante de queijos e uma processadora de polpas de frutas, todas sem experiência no ramo da importação de arroz. A licitação acabou anulada.

“EMPRESA DE PRATELEIRA”

Para os investigadores, a ASR Locação de Veículos e Máquinas é considerada uma “empresa de prateleira”. Criada em 2019, ela veio expandido sua área de atuação e atualmente está autorizada a atuar com 22 atividades econômicas, muitas sem relações entre si.

Segundo documentos da Junta Comercial, apesar de ter como ramo principal o de locação de carros e máquinas pesadas, ela também está habilitada para serviço de buffet, obras de engenharia, instalação de ar-condicionado, recepção em repartição pública e eventos, e várias outras atividades.

Em dezembro, quando arrematou o leilão de milho, a empresa não tinha a atividade atacadista de cereais como uma das suas atribuições, tendo incluído esse serviço somente em 23 de fevereiro.

Já no caso do arroz, a ASR se habilitou para exercer importação e exportação de cereais e leguminosas 22 dias antes do certame, no qual foi contratada por R$ 112 milhões. Tanto na licitação de milho quanto na de arroz, a empresa foi representada por duas firmas que pertencem a um ex-assessor e ao filho do até então Secretaria de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Neri Geller (PP-MT). Ele acabou demitido após o caso vir à tona por meio da imprensa.

Ainda de acordo com o portal UOL, a ASR já teve oito sócios e fornece como endereço um espaço físico contratado por diversas empresas para reuniões ocasionais.

Atualmente, a empresa está no nome de Crispiniano Espindola Wanderley, que a adquiriu em 2021, quando seu capital valia R$ 5 milhões. Um ano antes, ele solicitou e recebeu auxílio emergêncial de R$ 600 durante a pandemia da Covid-19.

Procurada, a Conab disse que apenas “disponibilizou o serviço ‘Leilão Pra Você’ a pedido da Companhia de Desenvolvimento Regional da Bahia (CAR)”, e que não se responsabiliza “pelo cumprimento das obrigações, principais ou acessórias, que incumbam às partes ou às Bolsas que as representam”.

Já o CAR afirma que o edital foi executado pela Conab, “por meio de acordo de cooperação” e que “todas as sacas de milho já foram entregues pela empresa vencedora do edital e o milho já foi distribuído para o público beneficiário”.

Os demais envolvidos não quiseram se pronunciar.

Twitter
Facebook
Pinterest
WhatsApp

Sobre Portal Seridó 360

A revista eletrônica Seridó 360 foi criado no inicio do ano de 2018, pelo estudante de Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo, das Faculdades Integradas de Patos/PB, Iasllan Araújo, com o intuito de levar às notícias do Seridó Potiguar a uma única revista – esta.

E-MAIL

ARQUIVO

contato.serido360@gmail.com

WHATSAPP

ARQUIVO

ARQUIVO

ARQUIVO

Arquivos

ANÚNCIO

ARQUIVO

TAGS

ARQUIVO

Rolar para cima