Embaixador nomeado por Lula participou da reunião com Bolsonaro

EMAIL

ARQUIVO

O embaixador Fernando Simas Magalhães, indicado por Lula para assumir a embaixada do Brasil em Haia, na Holanda, teve participação na reunião entre Jair Bolsonaro e membros do alto escalão do governo em julho de 2022. Na ocasião, Magalhães ocupava o cargo de secretário-geral do Ministério das Relações Exteriores (MRE), atuando como “número 2” da pasta.

Na condição de ministro interino das Relações Exteriores, Magalhães compareceu à reunião. Carlos Alberto França, o ministro titular na época, estava ausente, representando o Brasil em compromissos internacionais em Bali, na Indonésia.

Durante a reunião, gravada em vídeo, o ex-presidente Bolsonaro discutiu estratégias para evitar a posse de Lula em caso de derrota nas eleições de 2022. A presença de Magalhães nesse encontro levou parte da base de Lula a exigir sua exoneração do cargo de embaixador. No entanto, o presidente pretende mantê-lo na função.

Embora presente na reunião, Magalhães não fez intervenções. Sua posição como o segundo na hierarquia do ministério, em caráter interino, não previa uma postura contrária às orientações do então presidente Bolsonaro.

O vídeo da mencionada reunião foi usado pela Polícia Federal (PF) como fundamento para a operação Tempus Veritatis, deflagrada na quinta-feira (8/2), que investiga um suposto plano de golpe de Estado pós-eleitoral. Na gravação, Magalhães é identificado no lado esquerdo, ocupando o quarto assento a partir de Bolsonaro, ao lado do então ministro da Justiça Anderson Torres.

Trajetória:

Magalhães foi nomeado para a Secretaria-Geral do MRE em 2 de junho de 2021, durante a gestão de Carlos Alberto França, que assumiu o cargo após atuar como assessor-chefe na Assessoria Especial de Bolsonaro.

Indicado por Lula para a embaixada de Haia em 16 de maio de 2023, teve sua nomeação aprovada pelo Senado em 31 de maio e efetivada em 20 de junho.

Como diplomata desde 1980, Magalhães serviu em várias embaixadas brasileiras, incluindo Washington, Moscou, Quito e Madri, além de representar o Brasil na Missão junto à Organização das Nações Unidas (ONU) e à Organização dos Estados Americanos (OEA).

Anteriormente, ocupou o cargo de embaixador do Brasil no Equador entre 2010 e 2015 e atuou como representante permanente do Brasil na OEA antes de assumir a Secretaria-Geral do MRE no governo Bolsonaro.

Por Metrópoles

Twitter
Facebook
Pinterest
WhatsApp

Sobre Portal Seridó 360

A revista eletrônica Seridó 360 foi criado no inicio do ano de 2018, pelo estudante de Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo, das Faculdades Integradas de Patos/PB, Iasllan Araújo, com o intuito de levar às notícias do Seridó Potiguar a uma única revista – esta.

E-MAIL

ARQUIVO

WHATSAPP

ARQUIVO

ARQUIVO

ARQUIVO

Arquivos

ANÚNCIO

ARQUIVO

TAGS

ARQUIVO

Scroll to Top