Caso João Alberto: Viúva recusa indenização de R$ 1 milhão do Carrefour

EMAIL

ARQUIVO

A viúva de João Alberto , Milena Borges Alves, recusou R$ 1 milhão proposto pelo Carrefour como indenização pela morte do marido, que aconteceu em novembro de 2020. Os advogados de Milena entenderam que o valor para danos morais e materiais eram baixos e solicitam no mínimo R$ 10 milhões.

Em carta aberta, os defensores justificaram a recusa ao comparar o valor com a indenização paga após a morte do cão Manchinha, espancado por um segurança na filial da rede em Osasco, em 2018.

“Não podemos deixar de comparar o Manchinha com o Nego Beto. Parece grosseiro fazer este comparativo, mas torna-se impossível não traçar um paralelo, pois parece que, para o Carrefour, o valor dado a vida de um cachorro e de um ser humano é exatamente o mesmo”, disseram os advogados.

No documento, os advogados de Milena compararam o caso João Alberto com o de George Floyd , morto por um policial nos Estados Unidos em 2020.

Por iG

Twitter
Facebook
Pinterest
WhatsApp

Sobre Portal Seridó 360

A revista eletrônica Seridó 360 foi criado no inicio do ano de 2018, pelo estudante de Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo, das Faculdades Integradas de Patos/PB, Iasllan Araújo, com o intuito de levar às notícias do Seridó Potiguar a uma única revista – esta.

E-MAIL

ARQUIVO

WHATSAPP

ARQUIVO

ARQUIVO

ARQUIVO

Arquivos

ANÚNCIO

ARQUIVO

TAGS

ARQUIVO

Scroll to Top