Caos no Carnaval da Globo: A Troca que Deu Errado

EMAIL

ARQUIVO

O Carnaval de 2024 deixou claro que a Rede Globo está enfrentando uma derrocada definitiva, especialmente em sua transmissão dos desfiles, que foi um verdadeiro desastre.

A decisão de substituir os jornalistas tradicionais por influenciadores e atores mostrou-se um erro colossal. A Revista Veja descreveu com precisão o resultado dessa experiência frustrante:

“Ao colocar de lado os jornalistas que tradicionalmente fazem a cobertura na pista e dar vez a influenciadores e atores, a emissora simplesmente ignora o que acontece de fato ao longo do desfile. Carros quebrados, buracos entre as alas, fantasias que não chegaram, problemas com as alegorias e até mesmo pequenos acidentes que quase chegam a causar vítimas ainda na concentração não são noticiados pela emissora, já que os apresentadores dominam a transmissão sem levar conteúdo aos telespectadores. Na imagem acima, se vê uma das ‘repórteres’ tentando atravessar a avenida para falar com uma musa e interromper o seu samba, algo inadmissível em um desfile. Nota zero no quesito evolução.”

A troca resultou em uma série de erros que prejudicaram a transmissão e evidenciaram a péssima qualidade do trabalho da emissora. O tão aclamado ‘padrão Globo’ tornou-se um fracasso notório.

As críticas não se limitaram apenas à imprensa. Bruno Chateaubriand, autor do livro ‘Mestre Sala e Porta-Bandeira, Uma arte essencialmente nossa’, fez um comentário contundente sobre a transmissão do Carnaval:

“O que fazer com a emissora oficial do grupo especial? Entram no meio da apresentação do primeiro casal de Mestre-sala e Porta-bandeira do Salgueiro no terceiro módulo de julgamento. Vergonha no nível máximo. Não entendem nada! Não respeitam o segmento que carrega a ancestralidade de uma agremiação. O centro geográfico espacial de uma escola. TV Globo pagou o mico do ano.”

A série de erros cometidos durante a transmissão revelou uma falta de compreensão e respeito pelo evento e pelas tradições das escolas de samba. A emissora, que já foi considerada uma referência em coberturas de eventos ao vivo, agora enfrenta críticas por seu descaso e falta de profissionalismo.

Em resumo, a troca mal planejada de jornalistas por influenciadores e atores resultou em uma transmissão caótica e sem qualidade, expondo as deficiências da Rede Globo e sua desconexão com um dos eventos mais importantes e tradicionais do país.

Twitter
Facebook
Pinterest
WhatsApp

Sobre Portal Seridó 360

A revista eletrônica Seridó 360 foi criado no inicio do ano de 2018, pelo estudante de Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo, das Faculdades Integradas de Patos/PB, Iasllan Araújo, com o intuito de levar às notícias do Seridó Potiguar a uma única revista – esta.

E-MAIL

ARQUIVO

contato.serido360@gmail.com

WHATSAPP

ARQUIVO

ARQUIVO

ARQUIVO

Arquivos

ANÚNCIO

ARQUIVO

TAGS

ARQUIVO

Scroll to Top