Câncer de pênis: Brasil teve 651 amputações de órgão em 2023

EMAIL

ARQUIVO

Segundo dados do Ministério da Saúde e da Sociedade Brasileira de Urologia (SBU), apenas em 2023, foram realizadas 651 amputações (totais e parciais) de pênis em decorrência de câncer no órgão no Brasil. No período, foram computadas 454 mortes pela doença.

O número alto é justificado, em parte, pela vergonha: muitos homens percebem os sintomas, mas hesitam em procurar um médico e ficam esperando melhorar. Quando chegam no urologista, o quadro já está avançado.

Os principais sintomas do câncer de pênis são manchas, feridas, rugosidade, tumores ou úlceras na glande, secreção branca e aumento anormal ou mudança na cor da pele. A situação vai piorando com o tempo, e está relacionado à falta de higiene, infecção pelo HPV, tabagismo e fimose.

Segundo os urologistas, para prevenir o câncer, a regra é clara: é preciso lavar diariamente o pênis com água e sabão, além de limpar a região após relações sexuais ou masturbação. Em pacientes com fimose, a operação é recomendada para facilitar a higiene no local.

Já o tratamento depende da situação da lesão, e os resultados são melhores quanto mais cedo o diagnóstico é feito. O paciente normalmente faz radio e quimioterapia, e o tumor é retirado em cirurgia.

Amputação e câncer de pênis

Em quadros mais avançados, pode ser necessária a amputação de todo o órgão. Nesses casos, a uretra é reposicionada para que o paciente possa urinar, mas não é mais possível ter relações sexuais.

Por Metrópoles

Twitter
Facebook
Pinterest
WhatsApp

Sobre Portal Seridó 360

A revista eletrônica Seridó 360 foi criado no inicio do ano de 2018, pelo estudante de Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo, das Faculdades Integradas de Patos/PB, Iasllan Araújo, com o intuito de levar às notícias do Seridó Potiguar a uma única revista – esta.

E-MAIL

ARQUIVO

contato.serido360@gmail.com

WHATSAPP

ARQUIVO

ARQUIVO

ARQUIVO

Arquivos

ANÚNCIO

ARQUIVO

TAGS

ARQUIVO

Scroll to Top