Acari: vereadores da oposição denunciam caso de “Fura-Fila” em vacinação contra COVID-19

EMAIL

ARQUIVO

Os vereadores da oposição Rafael Bezerra e Nenilvan Rodrigues protocolaram uma denúncia no Ministério Público em relação aos casos de “Fura-Fila” durante a vacinação contra COVID-19 na cidade de Acari/RN.

Os casos deram quando 3 (três) profissionais de Educação Física foram vacinados sem estarem em grupos prioritários da campanha de imunização.

No texto da denúncia, os vereadores relatam que receberam informações desencontradas em relação a como foi o condicionamento por parte dos profissionais da saúde na aplicação das doses nos profissionais de Educação Física. Segue:

É com muita preocupação que encaminhamos informações seria em relação ao programa de imunização da vacina COVID-19 do município de Acari-RN.

Já recebemos vários indícios de incompatibilidade na condução da vacinação dos grupos prioritários da nossa cidade. No dia 06 de março de 2021 chegou ao nosso conhecimento que a equipe de saúde responsável pela vacinação da COVID-19, vacinou três profissionais de educação física que atua em academias.

Segundo a Secretaria de Saúde do Estado do Rio Grande do Norte (SESAP) trabalhadores dos estabelecimentos de serviços de interesse à saúde (exemplos: academias de ginástica, clubes, salão de beleza, clínica de estética, óticas, estúdios de tatuagem e estabelecimentos de saúde animal) não serão contemplados nos grupos prioritários elencados inicialmente para a vacinação” não condiz no momento como grupo prioritário para vacinação COVID-19, denominando assim como “fura fila”.

Na lista dos três profissionais que foram imunizados, um deles foi constatado que não tem registro no conselho federal de educação física, onde foi usado o número de registro com número 002012-CREF- PJ/ RN, cujo esse número de registro é referente a uma empresa privada e não a um profissional, como também não tem diploma acadêmico profissional de educação física, tornando-lhe não apto suas funções como profissional.

Segundo a denúncia:

Foi constatado também que ainda tramita em juízo um mandado de segurança número 0803129-16.2021.820.0000, que pede a inclusão dos profissionais de educação física no processo de vacinação do COVID-19.

Na denúncia os vereadores pedem para que sejam tomadas as providencias cabíveis diante do acontecimento durante o processo de imunização contra a COVID-19. Segue o trecho da denúncia abaixo:

Diante de todos os fatos narrados, pedimos o apoio de vossa excelência para que seja averiguado todos os acontecimentos aqui expostos para tomar as providencias cabíveis perante a todos os órgãos responsáveis que engloba a responsabilidade da condução do processo de imunização contra a COVID-19.

Para os vereadores Rafael e Nenilvan, denunciante do caso, defender a população é de suma importância para a igualdade social.

Não podemos cruzar os braços, o povo nos elegeu para sermos representantes, não estamos numa causa política ou particular, apenas estamos defendendo o direito pela igualdade que o povo tem, defendendo que o respeito pelo povo seja preservado, existe os protocolos e infelizmente eles foram violados!”, destacam.

A denúncia foi autuada como Notícia de Fato, sob o número 02.23.1995.0000029/2021-55, a qual encontra-se conclusa ao Promotor de Justiça.

Segue o anexo da denúncia:

Share on twitter
Twitter
Share on facebook
Facebook
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp

Sobre Portal Seridó 360

A revista eletrônica Seridó 360 foi criado no inicio do ano de 2018, pelo estudante de Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo, das Faculdades Integradas de Patos/PB, Iasllan Araújo, com o intuito de levar às notícias do Seridó Potiguar a uma única revista – esta.

E-MAIL

ARQUIVO

contato.serido360@gmail.com

WHATSAPP

ARQUIVO

ARQUIVO

ARQUIVO

Arquivos

ANÚNCIO

ARQUIVO

TAGS

ARQUIVO

Rolar para cima